• Redação TBT

Scrum: A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo

Jeff Sutherland e J.J, Sutherland


Não tem como começa esse resumo de outra forma senão contando, brevemente, as experiencias profissionais mais diversas que o autor Jeff Sutherland teve durante sua carreira. Em 1967, ele era um jovem piloto de combate na guerra do Vietnã, responsável pelo trabalho mais perigoso da Força Aérea, o reconhecimento. Após sair do exército, Jeff trabalhou no FBI e em diversas empresas de sucesso como consultor.

A inspiração para a criação do SCRUM surgiu um dia em que ele se encontrou com seu amigo, Brooks, que estava desenvolvendo um robô que imitava o comportamento de um cachorro e as tomadas de decisão ocorriam através de um sistema de machine learning que tinha sido treinado para observar, orientar, decidir e então agir. Como sabia as enormes limitações do diagrama de Gantt, isso o impressionou devido a engenhosidade e a simplicidade do sistema.

O Scrum foi criado, em 1993, como uma forma mais rápida, confiável e eficiente de desenvolver softwares na indústria de tecnologia.

O autor enfatiza a importância de ter um planejamento e que este seja capaz de perceber os problemas e mudanças no ambiente externo, reagir e adaptar de forma a estar continuamente aumentando a eficiência.

O trabalho é desenvolvido melhor em equipes, sendo o ideal de 7 pessoas. É importante que estas equipes tenham autonomia necessária para tomar decisões, liberdade para agir e capacidade para improvisar. Incentivar o com comportamento dos integrantes e propiciar dados e ferramentas para ajudar nas decisões aumentam a produtividade.

O sprint é uma técnica que melhora o desempenho da equipe e fornece os dados para medir a efetividade e produtividade. É dividido todo o trabalho em tarefas menos que são quantificadas em de acordo com o esforço que demanda para ser concluída. Ao final de cada semana é possível somar os pontos de cada tarefa e ver a pontuação total conquistada naquele período e assim ter recursos para estar sempre aprimorando e detectando os problemas brevemente.

A felicidade é um tema tratado com importância. Todos os recursos devem ser usados para descobrir os problemas que aparecem o mais rápido possível. Uma equipe entusiasmada e engajada é determinante e isso passa pela sensação de autonomia, melhora continua de suas habilidades e servir a um proposito maior que cada membro da equipe deve sentir. A felicidade pode ser medida em relação ao desempenho.

O Scrum é uma ferramenta não só universalmente aplicável, como também, aplicável em vários aspectos da vida pessoal ou profissional. Hoje, é uma prática nas maiores empresas e serviços de inteligência do mundo.

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle

Site Oficial The Brazilian Times