• Redação TBT

Na Índia, rio está 33% mais limpo em 60 dias de quarentena.

O rio Yamuna, o mais poluído da Índia, se regenerou em mais de 33% em apenas 60 dias de quarentena.



Na Índia, sessenta dias da quarentena do Coronavírus fizeram o que sucessivos governos não conseguiram fazer em 25 anos com mais de 5.000 milhões de rupias à sua disposição - limpar o rio Yamuna.

Quando a industria parou e atividades comerciais diminuíram durante o bloqueio, o rio Yamuna se limpou, permitindo que numerosas aves indianas e migratórias voassem para suas águas. Agora, podemos ver aves banqueteando-se com peixes, que também podem ser vistos nadando nas águas mais claras do rio.

Com quase 1.400 km de extensão, Yamuna flui por sete estados onde as unidades industriais despejam seus efluentes, a maioria não tratados.

Uma descoberta do Comitê de Controle da Poluição mostra que em Délhi, em comparação com os dias anteriores ao confinamento, o rio agora está mais limpo em cerca de 33%. "O rio se limpou usando sua própria capacidade biológica. Agora, os governos estaduais precisam garantir que o lixo industrial não seja despejado novamente", disse Diwan Singh, conservacionista ambiental da região.

Dias após o país entrar em confinamento, imagens inesperadas de rios mais limpos, céu azul e picos nevados do Himalaia, vistos de vários pontos, se tornaram virais na internet, destacando o efeito da atividade humana no meio ambiente.

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle

Site Oficial The Brazilian Times