• Redação TBT

Lula e o Processo Penal

O ex-presidente Luiz Inácio da Silva, condenado em primeira

e segunda instância, por crimes corrupção passiva e lavagem de

dinheiro referentes ao triplex em Guarujá (SP) e outros, que

lesaram a pátria.



Recentemente, diversas autoridades brasileiras,

entre elas o ex- juiz e atual Ministro da Justiça e Segurança

Pública, Sergio Moro, que foi juiz do caso envolvendo o ex-

presidente, tiveram seus celulares invadidos, de forma criminosa

e orquestrada pelo jornalista Greenwald, propietário do site

Intercept. A partir daí, começou a ser divulgado pelo referido site,

supostas mensagens entre Moro e Dellagnoll, chefe da força

tarefa da Lava- Jato do Ministério Público, nas quais o ex

magistrado teria orientado na produção e na utilização de provas

contra Lula. Cristiano Zanin, advogado do petista, se baseia no

artigo 254, inciso IV, do Código de Processo Penal, que diz:


Art 254: O juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer,

poderá ser recusado por qualquer das partes:

IV - se tiver aconselhado qualquer das partes


Portanto, Zanin pede a nulidade dos processos, com base no

referido dispositivo legal, alegando que Sergio Moro, não atuou

com imparcialidade.

Receba nossas atualizações

  • Instagram - White Circle

Site Oficial The Brazilian Times